• A.V. Redação

Do céu ao inferno: pedimos ajuda ao Presidente ou à Deus? A política está nos matando diariamente.

Sexta-feira, 10 de julho, às 21:40. Já iniciamos o texto nos perguntando quem irá atacar ou defender esta matéria. Isso mesmo! Quem hoje tem liberdade para ter opinião?



A forma com que é feita a política é distorcida, apagando completamente da história o ano de 1891, onde ocorreu a primeira eleição do nosso país. Com o passar dos anos, compreendemos de que haveria liberdade de expressão. Porém as monarquias foram substituídas por hierarquias que estão agindo em nosso dia a dia.


O inferno criado pela distorção da verdadeira política é visto nos trabalhos, nos lares, nas ruas, estabelecimentos e principalmente dentro dos núcleos políticos.


Perdemos nossa paz, perdemos nossa liberdade, e pedimos ajuda a quem? A redação na qual pertence a este jornal acredita no Presidente, e tem certeza no Deus que nos ampara e nos protege.


Empresas, hospitais, famílias estão sendo massacradas com os moinhos políticos. Onde não há espaço para o "melhor" para nossas cidades, e sim para lados.


Então a pergunta feita para o criador do texto é: O que fazer?


Então eu lhes digo, ore, ore muito, abrace sua família, faça amigos, entregue seus sabotadores nas mãos do Senhor, faça sua parte, tenha fé, não se agarre a migalhas deixadas a você. Seja você!


Todos nós vivemos em guerras. Todas elas em todos os setores da vida. Algumas são silenciosas, outras forjadas para criarem falsos heróis.


Nossa redação tem posicionamento, tem escolhas, e tem trabalhos com pessoas de todo o país. Sabem porquê não levamos porrada? Porquê trabalhamos sem distinções de pessoas e opiniões, e sim unicamente ofertando nossos serviços. Mas hoje, começamos a tirar as amarras, deixando um apelo, ou desabafo, ou apenas trazendo mais sabotadores.


Nós entendemos que, a hidroxicloroquina é essencial para o tratamento inicial do Corona Vírus (Covid-19), que o distanciamento social é sim o único caminho para não morremos e ao mesmo tempo trazer esperança de superarmos essa fase difícil de nossas vidas, os eventos não podem parar, e sim serem melhorados com as melhores precauções possíveis, pois há uma massa sem poder trabalhar, e por fim, defendemos um mundo onde podemos proteger nossas famílias, nossas cidades e sendo os protagonista em um mundo novo onde já dizia o atual presidente Jair Messias Bolsorano: "não precisaremos pedi bença a ninguém".


Por Alison Vasconcelos.


Siga nas redes sociais


Instagram : https://www.instagram.com/a.vasconcelos_/


Facebook : https://www.facebook.com/alisonvasconcelosofficial/

Todos os direitos 

reservados ©

©2020 Por Alison Vasconcelos.